A pedra e o corpo [portes grátis]

A pedra e o corpo [portes grátis]
Editora: POÉTICA EDIÇÕES
Autor: Gisela Gracias Ramos Rosa
Disponibilidade: Em stock
Preço: 15,00€ 13,50€

"Se em “Tradução das manhãs” e “O livro das mãos” (vencedores em 2014 e 2018 do Prêmio Glória de Sant’Anna 2018) Gisela Gracias Ramos Rosa já vinha pronunciando o seu rigor formal e a economia de meios como recursos para sua pulsação poética, em “A pedra e o corpo” a autora radicaliza seu estilete, ao conformar uma obra ainda mais burilada e reduzida ao essencial, naquilo que ela persegue desde sempre: a comunicação plena sem rodeios verbais ou adereços de qualquer espécie. Poesia enxuta, de uma consciência aguda e esmero da linguagem, mescla poemas curtos e diretos, à maneira de João Cabral de Melo Neto com uma densidade interna, em que o tecido íntimo de sua invenção vai cortando na própria epiderme da palavra, fruto de um meticuloso processo de elaboração que confronta o racional e o sensorial, pontos nevrálgicos de sua arte."

Ronaldo Cagiano (poeta brasileiro, finalista do Prémio Oceanos 2018), do posfácio

Gisela Maria Gracias Ramos Rosa (1964, Maputo), tem formação em Relações Internacionais, é Mestre em Relações Interculturais e pós-graduada em Migrações, Etnicidade e Racismo. Profissionalmente foi perita forense durante três décadas no LPC-PJ. É poeta e tem colaborado em várias antologias internacionais e revistas de poesia, das quais se destacam as revistas Mealibra, Saudade, Sulscrito, Cultura Entre Culturas, Pena Ventosa, Cintilações da Sombra (I e II), Clepsydra, DiVersos e Logos, Biblioteca do Tempo e Palavra Comum. O seu primeiro livro, em diálogo com António Ramos Rosa, tem o título de Vasos Comunicantes, tendo sido publicado em 2006 (Labirinto) e reeditado em 2017 (Poética Edições), em formato bilingue português/espanhol. Em 2013 publicou Tradução das manhãs (ed. Lua de Marfim) que viria a ganhar, em 2014, o Prémio Glória de Sant´Anna. Ainda em 2014 foi editado o seu livro as palavras mais simples, pela Poética Edições.

Participou na organização do caderno de poesia da Revista Cultura Entre Culturas nº 4, Outubro de 2011, dedicado a António Ramos Rosa, onde intermediou e colaborou com trabalhos fotográficos e escritos sobre o poeta. Sobre o mesmo poeta prestou igual colaboração, em coautoria, para um caderno da Revista Nova Águia (nº 13, 2014). Coordenou a coleção de poesia Meia Lua (ed. Lua de Marfim) até ao sétimo livro (2011-2013). Organizou a Antologia Clepsydra com a chancela da editora Coisas de Ler e deu início à colaboração com esta editora como consultora da colecão de poesia Clepsydra.

Tem prefaciado antologias e livros de poesia. Em 2017 foi reeditado em e-manuscrito, o seu livro tradução das manhãs (escritores.online) e editado o título o livro das mãos (Coisas de Ler) Prémio Glória de Sant´Anna 2018 também nomeado na lista de semi-finalistas do Prémio Oceanos 2018.

É associada da APE e do Pen Clube Português.

Edição: Novembro de 2018 | Páginas: 106 | Encadernação: capa mole com sobrecapa | ISBN: 978-989-54178-4-1

Fazer um comentário

Nome:


Comentário: Obs: HTML não suportado!

Avaliação: Ruim           Bom

Digite o código exibido na imagem abaixo:



Poetica © 2019