VASOS COMUNICANTES [Portes grátis]

VASOS COMUNICANTES [Portes grátis]
Editora: POÉTICA EDIÇÕES
Autor: António Ramos Rosa e Gisela Gracias Ramos Rosa
Pontos de fidelidade: 12
Disponibilidade: Em stock
Preço: 16,00€

Reedição em formato bilingue português/ espanhol | Tradução de Santiago Aguaded Landero y Adrián G. da Costa | Prefácio de Maria Teresa Dias Furtado

- Inclui desenhos de António Ramos Rosa - 

"O diálogo é, pois, celebração do encontro e da palavra, da proximidade na diversidade, do entendimento poético e humano, dos gestos de amizade que intensificam o sentido e o fluir do tempo. Numa época votada ao olvido e à solidão, este livro constitui a memória poética da presença radiosa de que os mo-mentos se podem revestir quando se dá lugar ao outro, pela palavra e pelo silêncio, e se caminha de dia para dia, de página para página, numa direcção comunicante que retém o melhor de cada um. “E os poetas fundam o que permanece.” (Hölderlin).

Maria Teresa Dias Furtado 

-----

António Ramos Rosa (Faro, 1924 – Lisboa, 2013). Poeta autodidacta, foi professor e tradutor até se consagrar a tempo inteiro à poesia. A sua intensa actividade poética e crítica foi-se disseminando em projectos editoriais como as revistas de poesia Árvore, Cassiopeia e Cadernos do Meio-Dia (de que foi co-director), bem como em diversos Jornais e revistas, destacando-se os suplementos do DN, de A Capital, do JL e da Colóquio Letras. Distinguido com vários prémios literários nacionais e internacionais, o seu percurso e rigor poético foram reconhecidos pelos seus pares com a atribuição do prémio Pessoa em 1988, e em 1990, recebeu o Grande Prémio Internacional de Poesia, no âmbito dos Encontros Internacionais de Poesia de Liège. De entre várias condecorações, foi agraciado em 2003 com o título de Doutor Honoris Causa pela Universidade do Algarve. Em 2005 recebeu o Prémio Sophia de Mello Breyner pela Câmara Municipal de São João da Madeira. Com quase uma centena de livros publicados, Ramos Rosa dedicou-se ao desenho desde a década de 80, tendo feito várias mostras individuais nacionais dos seus desenhos.

Gisela Gracias Ramos Rosa (Maputo,1964), perita forense, licenciada em Relações Internacionais, mestre em Relações Interculturais e pós-graduada em Migrações Etnicidade e Racismo. Viu a sua poesia publicada pela primeira vez com a edição da presente obra em 2006 (Editora Labirinto). Colaborou, entretanto, em várias antologias e revistas de poesia. Participou na organização do caderno dedicado a António Ramos Rosa publicado na Revista Cultura Entre Culturas, nº 4, e do caderno dedicado ao mesmo poeta publicado na Revista Nova Águia nº 13 (2014). Ao seu segundo livro, tradução das manhãs, foi atribuído o Prémio Glória de Sant´Anna 2014. Nesse ano foi publicado o seu livro “as palavras mais simples” com a chancela da Poética Edições. Coordenou recentemente a Antologia Poética Clepsydra (Coisas de Ler Editora), que contou com a participação de poetas de vários países.

Colecção Verso Maior | Edição: Março de 2017 | Páginas: 228 | Encadernação: capa mole | ISBN: 978-989-99696-9-8

1ª Edição: Editora Labirinto, 2006

Fazer um comentário

Nome:


Comentário: Obs: HTML não suportado!

Avaliação: Ruim           Bom

Digite o código exibido na imagem abaixo:



Poetica © 2017