Quimera [Portes grátis]

Quimera [Portes grátis]
Editora: POÉTICA EDIÇÕES
Autor: Nuno Miguel Morais
Pontos de fidelidade: 10
Disponibilidade: Em stock
Preço: 12,90€

A escrita é a minha primeira morada de silêncio
a segunda irrompe do corpo movendo-se por trás das palavras
(Doze moradas de silêncio. Salsugem. In: O Medo. Al Berto)

Quimera nasceu após um longo caminho percorrido pelo seu autor, Nuno Miguel, um perseguidor de si mesmo, um ser onírico, místico e até transgressor. Jamais abandonou a escrita poética, apesar das contrariedades de percurso. O eu-poeta saiu de si e embarcou no eu-estético, com uma escrita cuidada e vocabulário rico em metáforas e imagens.
Fortemente influenciado por autores como Al Berto, Edgar Allan Poe e pelas leituras de Dante e Charles Bukowski, Nuno Miguel dedica a sua vida à paixão pelas palavras.
Quimera engloba os temas predilectos de Nuno Miguel. A morte e a vida, como se lê no poema “Dos Desertos”: Morri /Na companhia de jaguares enfurecidos /A hipnóide transformou-se/ Numa amálgama /De altares desabitados . Mas a saudade e angústia são referidas no poema “Súplica”: Mãe/Reinventa uma nova infância /Embala-me no teu colo /Há muito esquecido. O autor enfrenta os seus fantasmas escondidos do passado, os traços e idiossincrasias pessoais. Mas contrariando o seu negativismo, surge a esperança na paixão e no amor. Vem antes das pandemias hesitantes /Que as paixões não se adiam /No que resta do granítico espasmo. (“Utopia”); Esperei-te/Semeando em cadernos negros /O vulgo espanto dos minerais raros (“Framboesas”).
Quimera é uma obra poética do romantismo negro bem desenvolvido por Nuno Miguel, que concretiza o seu destino de ser Poetavivente.

Tudo terá um fim /No enjoo sereno
Dos dias futuros. In Sândalo, Quimera , Nuno Miguel

Isabel Oliveira

--

Imagino
Perfeitas colinas desertas
O feminino exposto
Iluminado
Por fogaréus de desalento
Irreflectido

A leniência da bruma
É um coração imperfeito
De adornos transparentes

Esqueléticos casulos 
De outonos sibilantes 
Ou apenas medos 
Um carinho mineral 
Ou quase nada.

"Bruma", pág. 28 

-- 
Nuno Miguel Morais Nasceu em Lisboa, em Outubro de 1973. Desde cedo manifestou o gosto pela escrita, em especial pela poesia, microcosmos onde reflecte as suas ansiedades, emoções e desencontros. Amante de música, cinema e fotografia, trabalhou como designer, consultor gráfico, copywriter, músico e fotógrafo. Fundou a revista literária Contra-Corrente (2009-2011) e é autor do blogue "O Mundo Inteiro" (http://blogomundointeiro.blogspot.pt/).
Editou em formato digital as obras "Pecados da Lua" (2010), "Delírios do Tempo (2012), "Império Enigmático" (2012), "Pele" (2013), "Finisterra" (2014) "Breviários" (2015), disponíveis no site pessoal do autor emhttp://numiweb.net/livros/
Quimera é o seu primeiro livro pela editora Poética Edições.
--
Edição: Julho de 2016 | Páginas: 122 | Encadernação: capa mole | ISBN: 978-989-99585-7-9
 
*Para usufruir dos portes grátis neste artigo, ao efectuar a compra seleccione a opção oferta promocional e insira p.f. o código "pgpe" no campo respectivo. Oferta NÃO válida em caso de envio para o estrangeiro

Fazer um comentário

Nome:


Comentário: Obs: HTML não suportado!

Avaliação: Ruim           Bom

Digite o código exibido na imagem abaixo:



Poetica © 2017